Não há amor maior

* Meditação: Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. (João 15:13)

* Pensamento: A cruz de Cristo é a evidência do amor de Deus

* Leitura: João 15:9-17

* Mensagem: Melbourne, na Austrália, é onde fica o Altar da Recordação, um memorial de guerra em honra daqueles que morreram por seu país. Construído depois da 1ª Guerra Mundial, o monumento passou a enaltecer também aqueles que serviram em conflitos subseqüentes. É um lugar muito bonito, com lembranças de coragem e devoção. Porém o ponto alto do monumento é um pavilhão contendo apenas uma pedra, com esta inscrição: “Amor maior nenhum homem tem”. Todos os anos, no dia 11, no décimo primeiro mês, às 11h, um espelho reflete a luz do sol sobre a pedra, fazendo ressaltar a palavra amor, é um tributo comovente àqueles que deram suas vidas. Nós honramos a memória daqueles que pagaram o preço máximo pela liberdade. Contudo, as palavras dessa pedra estão carregadas de um significado muito maior. Foi Jesus quem as disse, na noite anterior à sua morte na cruz, pelos pecados de um mundo necessitado (João 15:13). A morte de Jesus não foi para libertar-nos da tirania política, mas para libertar-nos da penalidade do pecado. Sua morte não foi para dar-nos uma vida melhor, mas para dar-nos a vida eterna. É importante lembrarmos daqueles que deram suas vidas pelo país. Contudo, jamais devemos nos esquecer de louvar e honrar o Cristo que morreu pelo mundo que perecia. Verdadeiramente, não existe maior amor do que esse.

Autor: William E. Crowder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: