Salvos por um copo de leite!

05/10/2014

garrafa-copo-leite

Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias de porta em porta para pagar seus estudos, estava com muita fome e só lhe restava uma pequena moeda no bolso.

Decidiu, então, que ao invés de tentar vender, iria pedir comida na próxima casa; porém seus nervos o traíram quando uma encantadora jovem lhe abriu a porta.

Em vez de comida, pediu um copo de água. A mulher percebeu que ele estava com fome e lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou:

- Quanto lhe devo?
- Não me deve nada – respondeu ela. E continuou: – Minha mãe sempre nos ensinou a ajudar as pessoas.
- Pois te agradeço todo coração, a você e à sua mãe.

O rapaz saiu daquela casa não só refeito fisicamente, mas também com sua fé renovada em Deus e nos homens. Ele já havia resolvido abandonar os estudos devido às dificuldades financeiras que estava passando, mas aquele gesto de bondade o fortaleceu.

Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos. Finalmente a enviaram à cidade grande, para se tratar.

O médico de plantão naquele dia era o Dr. Howard Kelly, um dos maiores especialistas do país naquela área. Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos e de pronto foi ver a paciente.

Reconheceu-a imediatamente e determinou-se a fazer o melhor para salvar sua vida, passando a dedicar-lhe atenção especial. Contudo, nada lhe disse sobre o primeiro encontro que tiveram no passado.

Depois de uma terrível batalha, eles finalmente venceram aquela enfermidade.

Ao receber alta, ela teve medo de ver a conta do hospital, porque imaginava que levaria o resto da sua vida para pagar por aquele tratamento tão caro e demorado. Quando, finalmente, abriu a fatura, seu coração se encheu de alegria com estas palavras: “Totalmente pago – há muitos anos – com um copo de leite – ass.: Dr.Howard Kelly.” Só então ela se lembrou de onde conhecia aquele médico.

“Na vida nada acontece por acaso. O que você faz hoje, pode fazer a diferença em sua vida amanhã.”

E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.
(Gálatas 6.9.)

Fonte:http://www.sitedopastor.com.br/ilustracoes/copodeleite.htm


Doce regresso

29/09/2014

d-dom-ikona-free-vector_25-21195

 

Um artista muito talentoso estava preocupado, pois ainda não havia pintado a “sua tela”, a obra-prima que seria a suma expressão de sua arte.

E como seguia por uma estrada a procurar uma grande idéia, encontrou-se com um velho ministro e perguntou-lhe qual era a coisa mais bela do mundo:
- A coisa mais bela do mundo é a fé.

Daí à pouco, encontrou-se com uma jovem vestida de noiva e fez-lhe a mesma pergunta:
- É o amor, respondeu ela.

Por fim, encontrou um veterano de guerra:
- A coisa mais bela do mundo é a paz, disse o soldado.

Enquanto voltava, ia meditando nestas respostas: “Fé, amor e paz”. Como poderia representar tudo isso num único quadro?

A resposta parecia-lhe demasiada difícil, até que entrou  em casa e viu a fé no olhar de seus filhos, o amor no sorriso da esposa e a paz ali mesmo, no seu ambiente familiar.

Lançou-se de imediato à pintura e, quando terminou,  chamou a sua obra-prima de:

“O Lar”.

   (Eu e a minha casa
    serviremos ao SENHOR.)
    Josué 24.15

 

Fonte:http://www.sitedopastor.com.br/ilustracoes/doceregresso.htm


Estrelas douradas

26/09/2014

images

Durante a II Guerra Mundial, nos Estados Unidos, era costume uma família que tivesse um filho que servisse nas Forças Armadas colocar uma estrela na janela frontal da sua casa.

Porém, uma estrela dourada indicava que o filho tinha morrido por apoio à causa do seu país.

Há anos, Sir Harry Lauder contou uma história comovente sobre este costume. Ele disse que uma noite um homem caminhava por uma rua de Nova Iorque, acompanhado pelo seu filho de 5 anos. O pequeno foi atraído pelas luzes que brilhavam nas janelas das casas e quis saber por que é que algumas casas tinham uma estrela nas janelas.

O pai explicou que aquelas famílias tinham um filho a combater na guerra. A criança bateu as palmas quando viu outra estrela na janela e exclamou, “Olha, Papai, outra família que deu o filho ao seu país”.

Finalmente chegaram a um descampado, depois da correnteza das casas. Daquele lugar podia-se ver uma estrela a brilhar no céu. O pequenino voltou à olhar, “Oh, Papai”, “Olha para aquela estrela no céu! Deus também deve ter dado o Seu Filho”.

Sim, de fato! Há uma estrela na janela de Deus. Sabes o que Ele fez por ti? Ele deu o Seu Filho, por causa do Seu amor por nós.
 

  “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

 

Fonte:http://www.sitedopastor.com.br/ilustracoes/estrelas_douradas.htm


Eu sabia!

26/09/2014

sol

Na guerra…
- Meu amigo ainda não regressou do campo de batalha, senhor. Solicito permissão para ir buscá-lo, pediu um soldado ao seu superior.

- Permissão negada, soldado, respondeu o oficial, não quero que você arrisque a sua vida por um homem que provavelmente já está morto.

O soldado, desconsiderando a proibição, saiu e, uma hora mais tarde, voltou transportando o cadáver de seu amigo.

O oficial ficou furioso:
- Eu te disse que ele já estava morto! Agora, por causa da sua indisciplina, eu perdi dois homens, pois você ficará preso e enfrentará a corte marcial. Valeu a pena, soldado, só pra resgatar um cadáver?

E o soldado respondeu:
- Senhor, quando encontrei o meu amigo ele ainda estava vivo e pode me dizer: “Eu sabia que você viria!”

   ” Em todo o tempo ama o amigo;
    e na angústia se faz o irmão.”
    Provérbios 17.17

Desconheço a autoria

 Fonte:http://www.sitedopastor.com.br/ilustracoes/eusabia.htm


Fazendo o bem a Jesus

13/09/2014

abraço Jesus

Um sapateiro, muito piedoso,
sonhou que Jesus falou com ele dizendo:
“Amanhã venho tomar café na sua casa”.
O sapateiro acordou cedo,

convencido de que Jesus, na realidade, viria.
Arrumou bem sua cozinha e
preparou um café muito especial.
Jesus não apareceu,
mas chegou lá pelas nove horas
uma garotinha faminta,
com sua roupa em farrapos
e sapatos arrebentados.
O sapateiro providenciou roupa limpa para a garota,
deu da comida que havia preparado para Jesus,
consertou os sapatinhos e
logo mais a menina tomou o seu rumo.
Na noite seguinte, Jesus apareceu
novamente em sonho ao sapateiro.
Ele, irritadiço, perguntou a Jesus:
“Por que não vieste tomar café, como prometeste?”
Jesus, com um belo sorriso, respondeu:

“Estive presente quando cuidaste daquela garotinha”

…Aí o Rei responderá:

“Eu afirmo a vocês que isto é verdade:

Quando vocês fizeram isso ao

mais humilde dos meus irmãos e irmãs,

foi a mim que fizeram.”

(Mateus 25.40).

(Desconheço a autoria)


O perdão de Deus

13/09/2014

Tu, que não permaneces irado para sempre… atirarás todos os nossos pecados nas profundezas do mar (Mq 7.18-19).

 Após perdoar uma pessoa, você consegue esquecer completamente o que ela lhe fez? Não, claro que não! Se a ofensa foi grave, você perdoa, mas ainda sofrerá com a lembrança. Se precisarmos conviver com a pessoa perdoada, a lembrança sempre estará presente, até na voz da pessoa.

 Quando a Bíblia fala do perdão de Deus, ela declara que ele perdoa os nossos pecados e nunca mais os trará à lembrança (Jr 31.34). O perdão de Deus não é uma simples expressão: está perdoado. Junto com o perdão, Deus nos abre a porta para uma nova vida, um novo relacionamento com ele, restaurando a paz rompida pela ofensa.

 Deus diz que o perdoa porque antes de tudo ele assumiu as consequências do seu pecado, pagou e apagou a sua ofensa. Com o perdão, Deus declara você limpo e puro. Na memória dele não há mais nenhuma ofensa a discutir, por mais grave que tenha sido! Você pode conviver com amargas lembranças já perdoadas, mas Deus não. É por isso que a Bíblia, insiste em dizer de várias maneiras: “Arrependam-se e voltem-se para Deus para que os seus pecados sejam cancelados” (At 3.19).

 Deus diz que atirará nossos pecados nas profundezas do mar (Mq 7.19). A parte mais profunda do mar tem por volta de treze quilômetros de profundidade. Só Deus poderia retirar de lá algum pecado para nos condenar, mas Ele garante que jamais fará isso. Portanto, não tenha medo! Não fuja! Não tente ocultar o seu pecado de Deus. Não se envergonhe! Deus não ficará surpreso com o que você disser a ele. Conte! Confesse e peça perdão a ele. O perdão de Deus é tão maravilhoso que não deixa marcas, rugas ou sinais da ofensa na pessoa perdoada. É por isso que nada, nenhum poder e nem mesmo o Maligno poderá separar de Deus a pessoa perdoada pelo seu Filho Jesus Cristo.

 A real felicidade é a da pessoa cujas transgressões foram perdoadas e os pecados apagados. – MLN

 O perdão de Deus é semelhante à sua criação: maravilhoso.

 

(Fonte: Presente Diário)


Além das aparências

08/05/2014

 

Antônio, um pai de família, um certo dia, quando voltava do trabalho dirigindo num trânsito bastante pesado, deparou-se com um senhor que dirigia apressadamente vinha cortando todo o mundo e, quando se aproximou do carro de Antonio, deu-lhe uma tremenda fechada, já que precisava atravessar para a outra pista.
Naquela hora, a vontade de Antônio foi de xingá-lo e impedir sua passagem, mas logo pensou :
- Coitado ! Se ele está tão nervoso e apressado assim…
Vai ver que está com um problema sério e precisando chegar logo ao seu destino.
Pensando assim, foi diminuindo a marcha e o deixou passar.
Chegando em casa, Antônio recebeu a notícia de que seu filho de três anos havia sofrido um grave acidente e fora levado ao hospital.
Imediatamente seguiu para lá e, quando chegou, sua esposa veio ao seu encontro e o tranqüilizou dizendo :
- Graças a Deus está tudo bem, pois o médico chegou a tempo para socorrer nosso filho.
Ele já está fora de perigo.
Antonio, aliviado, pediu que sua esposa o levasse até o médico para agradece-lo.
Qual não foi sua surpresa quando percebeu que o médico era aquele senhor apressado para o qual ele havia dado passagem !

Procure ver as pessoas além das aparências.
Imagine que por trás de uma atitude, existe uma história, um motivo que leva a pessoa a agir de determinada forma.

Desconheço a autoria


Fé é crer no que não se vê

08/05/2014

teia

Um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo.
O homem,correndo,virou em um atalho que saia da estrada pelo meio do mato e,no desespero,elevou uma oração a Deus da seguinte maneira:
-Deus todo poderoso fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!
Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da trilha apareceu uma minúscula aranha.
A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha.
O homem se pôs a orar cada vez mais angustiado:
- Senhor eu pedi anjos,não uma aranha.
Senhor,por favor,com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha,para que os homens não possam entrar e me matar…
Então ele abriu os olhos esperando ver um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia.
Os malfeitores estavam entrando na trilha,na qual ele se encontrava,e ele estava esperando apenas a morte.
Quando passaram em frente da trilha o homem escutou:
-Vamos,entremos nesta trilha.
-Não,não está vendo que tem até teia de aranha?
Nada entrou por aqui.
Continuemos procurando nas próximas trilhas.
Fé é crer no que não se vê e,é perseverar diante do impossível.
Às vezes pedimos muros para estarmos seguros, mas Deus pede que tenhamos confiança nele para deixar que sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia,que nos dá a mesma proteção de uma muralha.
Nunca desanime em meio às lutas,siga em frente,
diga:
- Quando estou fraco que sou forte. Por isso sinto prazer nas fraquezas,nas injúrias, nas necessidades,nas perseguições,nas angústias por amor de Cristo.Porque quando estou fraco então sou forte. (2 Coríntios 12:10)

São nos momentos mais difíceis que encontramos em Deus a nossa força.
A nossa força e vitória está em cristo Jesus,e não nos homens.

Tenho-vos dito estas coisas,para que em mim tenhais paz.

No mundo tereis aflições; mas tende bom ânimo,eu venci o mundo. (João 16:33)

Desconheço a autoria


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 341 outros seguidores